Troque a sua esponja no final dessa matéria (e ainda economize)


Imagem: Getty Images


Hoje começo aqui uma categoria diferente nas dicas, mais voltada a sustentabilidade, e apesar desse texto ser voltado aos anfitriões é uma troca inteligente que você pode fazer em casa também, espero que gostem


A grande maioria dos espaços de aluguel consideram a esponja de lavar louça um item básico, mas muitos não o tratam da maneira correta. Segundo o biólogo Vanderson Sousa esse utensílio indispensável na cozinha é um verdadeiro cemitério de bactérias e deve ser trocado a cada 10 dias, mesmo que não esteja visivelmente desgastado ou suja.


“Essa esponja aqui é de poliuretano – é uma espécie de plástico, ela é cheia de furinho, por mais que você faça limpeza, ela acumula resquício de comida e isso vai apodrecendo, além de ser úmido. Então, acumula muito fungos e bactérias”, orienta. E ai começa um outro problema, sabemos que muitos anfitriões trocam a esponja toda vez que recebem um novo hóspede, mas considerando que você faça isso a cada 10 dias você vai ter usado no mínimo 36 esponjas por ano e cada uma delas leva 150 anos ou mais para se decompor em um aterro, já que não podem ser recicladas. Ou seja, a primeira esponja de lavar louça que a sua mãe usou ainda esta aqui na terra com você.


Eu fiquei bem chocada quando parei para refletir sobre essa situação mas felizmente ela veio com uma solução. Bucha vegetal (é, aquela mesma que vendem para tomar banho). Ela é mais higiênica porque detêm o crescimento de bactérias, dura em média 2 meses, seus "furinhos" são grandes, portanto os resíduos dificilmente ficam acumulados, você pode higieniza-la 1 vez por semana fervendo-a durante 5 minutos E (essa é a melhor parte) NÃO GERA RESÍDUO porque é compostável ♥ Você usa e quando ela não servir mais pode virar adubo para que outras plantas se desenvolvam.



Imagens: G1 Paraná e chengyuzheng/Getty Images


A bucha vegetal é uma planta chamada de Luffa Cylindrica. Seu fruto é um legume, consumido como alimento nos países asiáticos, e que quando seco da origem a esponja que costumamos conhecer. Atualmente no mercado existem modelos produzidos por empresas, como a esponja da Positiva (R$4,99), que é quadradinha e costurada em volta para que você tenha uma sensação mais próxima da esponja convencional.



Esponja comercializada pela Positiva. Além de ser ecologicamente correta é um produto

artesanal e ao comprar você apoia a agricultura familiar.


Mas também é possível comprar a bucha natural (R$20,00), que tem cerca de 80cm de comprimento e cortar no tamanho e formato desejado. Uma bucha de 80cm, por exemplo, pode ser cortada em 16 pedaços redondos com 5cm de altura ou 24 pedaços retangulares com 10cm de comprimento. Você encontra ela em mercados ou na internet, mas se tiver espaço e gostar de terra pode até plantar uma no seu quintal.


Imagem: Getty Images, Collectif Textile e Guilherme Jofili

0 comentário